VALOR DE MARCA

Com as aulas que tenho dado e com a procura pelo workshop de Marketing Pessoal sendo cada vez mais intensa, sinto que precisamos falar ainda mais sobre aspectos importantes voltados à performance de marca pessoal. Afinal, uma coisa precisa ficar clara antes de qualquer coisa: todos nós somos uma marca; e todos nós deixamos marcas por onde passamos.

Quando questionado sobre como melhorar ou reposicionar uma marca, o que procuro levantar como entendimento mútuo entre eu e o cliente/parceiro, é qual a força de impacto que ele percebe a partir da sua história com a “marca específica”? Isso, levando em conta tudo o que já foi construído (mesmo que isso represente uma ideia) até então. Além de gerar o questionamento de quais características ele percebe como estimulantes e diferenciais no negócio? E como o público percebe esse impacto? Quais as reações recebidas até então e quais as pretendidas até o momento.

Conforme todas estas respostas, sugiro um novo modelo reflexivo de atuação a partir de 4 pilares que aprendi com alguns estudiosos que afirmam serem fundamentais para constituírem o que chamamos de VALOR DE MARCA. Esses pilares são:

A partir dessas formas de construção de imagem-de-marca, conseguimos mensurar o planejamento de atuação e as novas formas de aplicação dentro da praça e do mercado inserido. Os resultados, para serem bem efetivos, só irão acontecer de fato se a conjugação da atuação for planejada de maneira estratégica.

Se você se interessou por esse material e quer saber mais, 
entre em contato a partir do e-mail mrva.brand@gmail.com

ESCLARECENDO DIFERENÇAS

Muitas pessoas antes de assistirem minha palestra sobre Geração Z se questionam o quão importante é estudarmos o processo geracional, afinal, qual a importância das gerações no seu negócio? Ou até mesmo, no seu dia-a-dia?

Bem, estudar o processo geracional nos implica compreendermos o valor histórico, político e econômico das mais distintas culturas ao longo da história. Como vocês sabem, não me considero nenhum guru do conhecimento, mas sou alguém que gosta de pesquisar e de entender cada vez mais o que são as diferenças e quais são elas.

Desta maneira, encontrei este vídeo super recente e muito inteligente do The Infographics Show, que elucida de maneira simples e fácil as distinções entre a Geração Y e a Geração Z:

Por saber que há dificuldades em diferenciar ambas as gerações, é que eu acredito ser interessante este material. O que vocês acharam?

TRUE CONSUMERS

TRUE CONSUMERS nada mais são do que os consumidores que querem consumir e/ou já consomem toda e qualquer tipo de situação, informação, produto ou serviço que faça sentido para os valores individuais deles;

O “consumidor verdadeiro” ou “consumidor real“, segundo a tradução livre, é o tipo de consumidor que não aceita a compra de likes; que não acredita na influência por influência se a mesma não causar impacto com causas que façam sentido para o mundo (e não de cunho individual e exibicionista).

ESPECIALIDADE DE MERCADO & A GERAÇÃO Z

Há poucos dias fui convidado pela BAND TV e pela LS8 Assessoria de Relacionamento, para estar presente no I Fórum Sul-Americano do Negócio do Luxo ocorrido em Porto Alegre.

Com uma mega estrutura, o evento foi muito maior do que eu imaginava que ele seria. Isso permitiu alguns encontros e reencontros com profissionais dos mais diversos mercados que estavam presentes lá para desmistificarem um pouquinho do “valor do luxo“, permitindo assim, a re-significação da palavra através das palestras apresentadas, nos levando a compreender que educação e excelência são os pilares fundamentais para qualquer high business.

O que mais me chamou atenção foi a falta de aderência de um córum jovem tanto na apresentação das palestras quanto na presença de participantes… Isso corresponde muito na visão-valor que a geração Z determina para esse nicho de mercado.

Muito embora as marcas de luxo queiram dialogar com o consumidor mais jovem, os millenials ainda são a sua principal porta de conexão com o mundo atual. Mas, me pareceu um tanto quanto posto de lado pelos especialistas de mercado, a importância política, social, econômica e de influência dos aspectos de “true consumer” que nós, pertencentes a Geração Z tanto buscamos.

Pode ser que haja um certo receio na estratégia de comunicação e relacionamento com esse público, uma vez que a disseminação da logomania já é feita pela geração anterior (Y), permitindo o acesso ao conhecimento de nomes como “Gucci”, “Vuitton”, “Valentino”, “Gabbana”, “Lacoste”… Através de parcerias com marcas que dialogam com verdade em todo o seu branding, aproximando-se assim, dessa cultura urbana, “real” e fresh (nem sempre jovem).

Essa lógica nos leva a compreender que a fala do “high business” é feita por terceiros em direção a Gen Z, e não na primeira pessoa. Desta maneira, a análise é preocupante levando em conta a circulação financeira que toda esta nova geração já representa: mais de $44,5 bilhões de dólares anualmente.

Ou seja, há poder de compra, mas não há poder de interesse em primeiro contato. O mercado do luxo ainda é distante, elitista e muito segregador, características um tanto dúbias para os valores geracionais… Mas ainda assim, consistentes com o DNA progressista de tradicionalismo apresentado pela geração.

True Consumers consomem com verdade e não com receio. Ta na hora de apostarem na gente!

WORKSHOP MARKETING PESSOAL – TERCEIRA EDIÇÃO PORTO ALEGRE

Depois de duas edições muito bem recebidas na capital gaúcha, retornamos mais uma vez com o Workshop de Marketing Pessoal destinado para estudantes, jovens empreendedores e interessados no assunto.

MÉTODO DE APLICAÇÃO

Toda voz precisa de expressão para conseguir comunicar-se. Esse é o objetivo do Marketing Pessoal: comunicar.

• Estruturado em 3 horas, o evento contará com a troca de ideias e de relacionamento com o grupo, passando por técnicas de aprimoramento de relação, atividade prática e ampliação dos valores de mercado.

• Desenvolvido especialmente para quem está querendo entrar no mercado de trabalho, mudar a vida ou simplesmente, melhorar a performance do seu Networking.

VALOR: O preço continua sendo acessível, R$50,00 comprados direto pelo sympla (clique aqui).

LOCAL: Felix da Cunha, 1215, Pátio Ivo Rizzo, Moinhos de Vento – Porto Alegre, RS

Novamente contamos com o apoio do Oaks Burritos, nosso parceiro dessa empreitada que promete ser tão especial quanto as duas primeiras.