Tempos Modernos na TV

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Como bom telespectador que sou, adoro uma boa novela. Gosto mesmo de sentar no sofá, na cadeira, no tapete ou no chão e assistir uma boa atuação brasileira. Hoje o nosso assunto é sobre a novela (ou série?) mais velha da teledramaturgia brasileira: MALHAÇÃO.
Ontem iniciou a vigésima temporada, o que significa que ela é mais velha do que eu. Não sei bem como era no inicio, porque não tenho tempo e nem vontade de assistir no canal Viva, mas sei que era tudo em volta de uma academia, por isso o nome Malhação. Ok, até aí quase todo mundo sabe. Mas o que vem atormentando não só eu, mas meus amigos também – e já faz tempo por sinal -, é que sempre é a mesma história e desde que sairam o Cabeção, o cara do black power e toda aquela galera do colégio, sinceramente, perdeu a graça. Sei também que teve um tempo com o Fiuk que foi uma tentativa de resgate do que um dia a novela foi, mas nada comparado com as diversões daquela galera mais antiga. A pergunta em questão é: porque ainda deixar Malhação no ar? Escola de atores, onde todo mundo passa pra aprender? Não, isso é old, hoje em dia muita coisa mudou. Eu particularmente acho que o programa da Fátima por exemplo, seria muito mais bem explorado e aproveitado pelo público nesse horário. Porém, é hora de TEMPOS MODERNOS. E é com isso que a nova temporada (será última?) vem nos apresentar a partir de agora.
http://youtu.be/EEmpUhruqTQ
Trazendo de volta o André Marques com o seu antigo papel na novela, a idéia é alcançar uma galera mais pré adolescente e um público jovem que cada vez mais quer se tornar adulto. Com uma fotografia excelente na abertura (digna de seriado americano) a música tema dessa temporada é simplesmente fe-no-me-nal. Amo, amo e amo Tempos Modernos. Pra quem não sabe, a versão original da música tema dessa temporada é do Lulu Santos, mas eu adoro a versão do Claudinho e Buchecha, e to gostando dessa regravação de abertura que é comandada pelos caras do Jota Quest. Voltando à história, ainda é cedo para avaliarmos, mas esperamos sinceramente que se for a última temporada, que ela feche com chave de ouro esse ciclo. Agora se não for, que pelo menos seja um novo ínicio de exemplo moral na televisão brasileira. Fiquem em paz amigos e lembrem sempre que ser IT é saber ser seleto com aquilo que desejamos adquirir para o nosso intelecto. Abraços, Matheus.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *