DIA INTERNACIONAL DO VOLUNTARIADO

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Defensor de causas nobres, sou super favorável ao trabalho voluntário. Tudo bem que essa disposição de “ideia” para o voluntariado tenha sido muito bem desenvolvida aqui, na minha casa. Porém, como cidadão, hoje eu enxergo o mundo com outros olhos do que quando fui apresentado ao que poderia ser o trabalho voluntário. Muita gente pensa que fazer trabalho voluntário é uma perda de tempo, porque exige dedicação e comprometimento com aqueles à quem você se compromete a trabalhar. De fato não é um tempo livre, mas passa longe de ser perda de tempo.
Existe muita gente que acredita também que o trabalho voluntário é coisa de gente biruta, que é uma extensão de algo que o governo deveria proporcionar para as pessoas mais necessitadas e que quem faz o voluntariado é porque tem tempo livre. Tudo isso é desculpa para não se desacomodar e enxergar o quanto conseguimos fazer pelo próximo, tendo como maior de todos os beneficiados nós mesmos.
Eu mesmo fui voluntário por pouco mais de dois anos num brechó de caridade, onde toda a verba arrecadada era voltada para entidades assistidas pelo bazar em que eu ajudava. Durante todo esse tempo eu consegui ter um contato maior com a moda de comércio, algo que antes eu não tinha, uma vez que meus pais não me permitiam trabalhar. Portanto foi uma grande experiência na área do consumo. Além disso, a troca energética de carinho com quem estava comprando, ajudando no trabalho ou mesmo a passeio, era algo extremamente engrandecedor. Eu geralmente ajudava no brechó as quartas feiras à tarde, mas como ele funciona as segundas, quartas e sábados, eu às vezes conseguia ajudar no sábado também. Tudo era muito divertido, encarado numa boa. Lembro inclusive que foi lá que eu comecei a dar algumas dicas do que era tendência e bacana para outras pessoas que eu não conhecia. Uma experiência muito enriquecedora.
Caso você tenha se entusiasmado e queira fazer alguma coisa no seu verão, e ainda não sabe, procure no google algumas ONGs, empresas, bazares, brechós…, que precisem de ajuda. Tudo é experiência, e uma grande lição de vida. Acho que toda a oportunidade é sempre válida, e caso você já faça algum trabalho voluntário e queira expandir os seus horizontes lá fora, a CI oferece um programa de trabalho voluntário ao redor do mundo. As opções de países que o programa oferece são: Índia, Nepal, Peru, África do Sul e Namíbia. Para saber mais sobre cada um desses projetos é só clicar aqui.

Abraços e até mais, Matheus.

2 Comentários

    1. Oi Helio, então agora infelizmente eu não consigo mais fazer nenhum trabalho voluntário por falta de tempo. Os estudos estão me consumindo muito, mas espero poder voltar logo logo 😉
      Abraços

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *