Dior e Eu: Um Caso de Amor!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Aprendi desde cedo a ter um olhar atento para o que a moda pode nos ofertar de bom. Muito embora minha criação em casa tenha sido totalmente desapegada de nomes e marcas, eu, por admirar os criadores e suas criações é que sempre tive essa afeição por aquilo que é bom e bem feito.

Dior, neste caso, é uma das (se não a mais visível) casa de moda que me atrai. Gosto do corte, gosto da criação, gosto da história e arauto que criou-se sobre ela, e sim, gosto de Raf Simons como nome por de trás da nova geração da Dior.

O fato é que aprendi com o passar do tempo a assimilar aquilo que me agrada, independente do valor, da etiqueta ou de onde tenha vindo. “Bateu comigo, é para mim!”, sabe? E a Dior não poderia ser diferente, principalmente falando do clássico perfume Dior Pour Homme.

urlCom um aroma delicado mas muito presente, torna-se másculo e sensível ao cuidado do cheiro, é preciso e obediente com a transpiração do dia a dia. É eficaz e me faz sentir-me mais eu quando o uso.

O mais legal de todo o trabalho feito com o perfume é que pela primeira vez a marca utilizou num perfume masculino o seu nome, concebendo a as relações entre a tradição, a modernidade e a elegância, o propósito da fragrância é acompanhar a sintonia da Dior Couture, por isso sua base é formada por extrato de Íris, flor pouco utilizada na perfumaria masculina, além de possuir notas aromáticas de lavanda, sage, cardamomo, cacau, âmbar, vetiver, patchouli e couro.

A parte mais legal da campanha masculina foi o fato de trazer Led Zepplin como tema musical e apresentar o Robert Pattison como a principal figura desse novo momento de mercado que a Dior apresenta.

SEM DÚVIDAS UM DOS MEUS FAVORITOS!
(tanto perfume quanto os comerciais)

https://www.youtube.com/watch?v=52Z5ob-6jNI

Muito embora a mídia tenha voltado a sua atenção neste momento para a nova campanha do irmão feminino do Dior Homme, o também clássico Miss Dior, não poderia deixar de ser comentado por aqui, principalmente por apresentar uma nova campanha apenas fantástica!

Adoro um bom enredo, adoro uma boa ação. Se você até aqui, suponho que irás concordar comigo após ter visto o vídeo da campanha: Natalie Portman está impecável e nos faz querer estar presentes nesse dramático casamento.

O som, evidentemente é perfeito para a nova fase de Simons na Maison, já que conta com Janis Joplin no vocal cantando a maravilhosa Piece of My Heart (que representa muito bem a onda street-chic das netas dioretes espalhadas pelo mundo). Jovem, clássico e muito elegante, Dior continua sendo Dior de um jeito ainda mais único e nada previsível. Contemporâneo é a palavra que ainda a descreve melhor.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *