EU X NÓS: ENTENDA QUAL O PAPEL DA GERAÇÃO Z

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Resultado de imagem para gen z gif

Popularmente conhecida como geração da esperança, os jovens nascidos em meados de 1995/1996 até 2010, fazem parte de uma geração que começou a movimentar economicamente o mercado com uma mudança muito importante: só consomem aquilo que conta uma história com propósito. 

Dividida em dois pontos muito importantes, a geração Z cresceu sobre aspectos de crise econômica, embalada pelo universo digital e pelo avanço das redes sociais;


EU
Resultado de imagem para gen z gif

Quando relaciona-se “EU” numa análise comportamental sobre a geração, percebe-se que existe uma ambição grande herdada da geração Y, os millenials. Não à toa, os inventores das redes sociais deixaram para a próxima geração um mundo ciber conectado, o que permitiu a necessidade da auto-expressão invadir as redes sociais, compartilhando histórias, anseios, medos e dicas com outros jovens que também identificam-se com os mesmos assuntos. 

Extremamente ágeis, podem ser identificados como multitasking, uma vez que olhar para si também resultou em empoderar temas e formas de uso, buscando atenções como diversidade sexual, racial, religiosa e familiar para espaços antes não falados no mercado. 

A juventude Z, ou Gen Z como também é conhecida, carrega em si critérios mais tradicionais se comparados aos seus pais e irmãos, desenvolvendo condições muito particulares que não encaixam-se numa fórmula ou numa subdivisão, porque afinal, querem consumir e identificar-se com o único, o exclusivo. 

NÓS
Resultado de imagem para gen z gif

A forma na qual encaram o sucesso, é compartilhada, oportunizando condições para que o coletivo também seja favorecido (e não apenas o fator individual), por isso, a própria geração permite-se encarar como “NÓS“. Esse olhar coletivo faz com que dêem atenções para o todo como cuidados com o planeta, respeito a individualidade, crenças religiosas, comportamentos de uso e formas de atuação. 

Esses jovens entendem que podem aprendem em conjunto, que podem ensinar em grupos, que podem crescer juntos. 

Juntos é a palavra de ordem quando querem conquistar ou derrubar imposições, sejam elas digitais ou não. 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *